#oblogdaenergiainteligente

O autoconsumo fotovoltaico é o novo paradigma energético

O autoconsumo fotovoltaico está na moda, e cada vez mais portugueses têm um novo acessório nos seus telhados: os famosos painéis solares. Mas em que consiste exatamente o autoconsumo fotovoltaico? 

É uma nova modalidade de energia sustentável que consiste na produção individual de eletricidade para consumo próprio por meio de painéis solares fotovoltaicos. É uma nova forma de fornecimento de eletricidade que promove a democratização do modelo energético, uma vez que capacita os consumidores, oferecendo-lhes os instrumentos para se tornarem autossuficientes. 

Por outras palavras, dá-lhes a capacidade de produzir, gerar, gerir e controlar o seu próprio consumo de eletricidade, ao mesmo tempo que poupa nas suas contas de eletricidade.

Vantagens do autoconsumo solar fotovoltaico

É a melhor solução energética inteligente quando se trata de combinar sustentabilidade e poupança. Poupanças que são cada vez mais procuradas, na sequência da escalada de preços da eletricidade, experimentada nos últimos meses.

De facto, a instalação de painéis fotovoltaicos representa uma poupança estimada entre 40 e 45% da conta de eletricidade.

Por exemplo, uma casa unifamiliar com um consumo de 100 euros/mês poupará 500 euros por ano na sua conta de eletricidade se instalar painéis solares no seu telhado.  Isto significa reduzir a sua pegada de carbono, eliminando a emissão de 900 kg de CO2 para a atmosfera por ano.

A redução de custos é o principal atrativo desta forma de energia. A eficiência dos painéis solares duplicou na última década – são agora necessários metade do número de painéis para produzir a mesma produção que há anos – enquanto o seu custo foi reduzido dez vezes.

O autoconsumo fotovoltaico tem as suas vantagens

As instalações estão a tornar-se mais rentáveis e os períodos de retorno são cada vez mais curtos. De facto, com preços de eletricidade tão elevados, é possível reembolsar o investimento em menos de seis anos. Por outras palavras, não só o desempenho das instalações melhorou, como são agora mais acessíveis. A energia solar é, de facto, a mais barata de todas as energias.

Os portugueses estão bem cientes das vantagens do autoconsumo fotovoltaico. De acordo com um estudo realizado pela ei energia independente, os principais benefícios apontados são a poupança económica a médio e longo prazo que a instalação permite (64%), o facto de ser uma opção mais sustentável (56%), os subsídios e subvenções existentes (43%) e a possibilidade de vender a energia que não é consumida (39%). E eles têm razão.

O que preciso para instalar painéis solares?

auto-consumo painéis solares fotovoltaicos e painéis solares

Simplesmente, informação. Para dar este passo, é essencial ter o melhor conselho. Dependendo do seu telhado, dos seus hábitos de consumo e da disposição da sua casa, necessitará de um número específico de painéis solares.

A vida operacional de uma instalação de autoconsumo é de cerca de 25 anos, período durante o qual as suas circunstâncias podem variar.

É por isso que é importante escolher um parceiro que o aconselhará, facilitará e acompanhará ao longo de toda a vida da sua instalação. Esta é a única forma de optimizar esta nova forma de fornecimento de eletricidade.  

Os painéis solares para autoconsumo fotovoltaico são também muito fáceis de instalar: em apenas um dia e sem qualquer trabalho de construção.

No entanto, sabemos que o investimento inicial é o principal obstáculo à passagem para o autoconsumo fotovoltaico, uma decisão que cria alguma incerteza entre 70% dos portugueses.

Subsídios, uma grande ajuda

Mas não há motivo para alarme. Para além das vantagens de uma tecnologia altamente desenvolvida, existem incentivos em Portugal. Precisamente o programa PAEMS permite aceder a fundos ambientais que permitem apostar em energias renováveis recebendo uma comparticipação na instalação de painéis solares.

Este suporte financeiro permitirá aos consumidores poupar entre 15% a 50% nos custos de instalação, em função da potência contratada. Para não falar das soluções de financiamento à medida oferecidas pelas empresas que os comercializam.

Por tudo isto, e para facilitar-lhe o caminho para a transição energética, informamos, aconselhamos, orientamos e acompanhamos no processamento da ajuda europeia ao autoconsumo fotovoltaico, com a qual se pode poupar até 85% na instalação de painéis solares e baterias de armazenamento.  

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Entradas relacionadas

Descobre em apenas 25 segundos como poupar com a energia solar